Feeds:
Posts
Comentários

01-pt   02-pt03-pt04-pt

Anúncios

“Thiago David diz (21:13): manolo
Flávio Silva diz (21:13): oba
Thiago David diz (21:13): posso te pedir uma coisa assim meio de painho?
Flávio Silva diz (21:13): sim, qualquer coisa menos meu cú, boquete e punheta… bom, essas coisas
Thiago David diz (21:13): aaaaaaaaaaaaa!!! =/ então deixa…
Flávio Silva diz (21:13): VSF NERD!
Thiago David diz (21:13): HUAHAUAHUAHAUHAUAHUAHAUHAUH”

cada amigo que eu tenho… caralho…

Flávio Silva: maluco… tava pensando… e se o ovo quebrar o cu da galinha? Flávio Silva: tipo glass ass… tá ligado? Flávio Silva: pqp Lucas Mezêncio: LOL Lucas Mezêncio: que pensamento é esse, manolo?! Flávio Silva: maluco… me pergunto: pq eu pensei nisso?! Lucas Mezêncio: O QUE VOCÊ TAVA PENSANDO (OU VENDO/ESCUTAND0) PRA PENSAR NISSO?! Lucas Mezêncio: PELAMOR!! PQP!! Flávio Silva: AEHUAEHUAHEUHAEUHAUHEUAHEUHAE nada Flávio Silva: imaginei u … Read More

via Lucas Mezêncio

Onde você está? – Fousquare

Fazendo o que? – Twitter

Você viu aquela série? – Orangotag

E aquele filme? – Terráqueos

Ouviu aquela música? – last.fm

Fala mais de você… – Facebook

RT @thaifernandes: RT @luizromaniello: Uai já tão gravando Tropa de Elite 3 no Rio? // #rialto

Cumplicidade!

“Olha, eu sei que o barco tá furado e sei que você também sabe, mas queria te dizer pra não parar de remar, porque te ver remando me dá vontade de não querer parar também.
Tá me entendendo? Eu sei que sim.
Eu entro nesse barco, é só me pedir.
Nem precisa de jeito certo, só dizer e eu vou.
Faz tempo que quero ingressar nessa viagem, mas pra isso preciso saber se você vai também.
Porque sozinho, não vou.
Não tem como remar sozinho, eu ficaria girando em torno de mim mesmo.
Mas olha, eu só entro nesse barco se você prometer remar também!
Eu abandono tudo, história, passado, cicatrizes.
Mudo o visual, deixo o cabelo crescer, começo a comer direito, vou todo dia pra academia.
Mas você tem que prometer que vai remar também, com vontade!
Eu começo a ler sobre política, futebol, ficção científica.
Aprendo a pescar, se precisar.
Mas você tem que remar também. Eu desisto fácil, você sabe.
E talvez essa viagem não dure mais do que alguns minutos, mas eu entro nesse barco, é só me pedir.
Perco o medo de dirigir só pra atravessar o mundo pra te ver todo dia.
Mas você tem que me prometer que vai remar junto comigo.
Mesmo se esse barco estiver furado eu vou, basta me pedir.
Mas a gente tem que afundar junto e descobrir que é possível nadar junto.
Eu te ensino a nadar, juro!
Mas você tem que me prometer que vai tentar, que vai se esforçar, que vai remar enquanto for preciso, enquanto tiver forças!
Você tem que me prometer que essa viagem não vai ser a toa, que vale a pena.
Que por você vale a pena.
Que por nós vale a pena.
Remar.
Re-amar.
Amar.”
postado originalmente por @piranaminhapira em seu blog.

Bom, devido ao grande número de idéias que venho tendo e à enorme vontade de me expressar, resolvi começar a postar no blog sem terminar a montagem dele (já faz um tempo que eu o comecei mas até hoje não havia postado nada ou mesmo terminado por pura preguiça).

Começo então postando um texto que eu encontrei na internet afora e que gostei muito:

“Talvez um dia você vá se perguntar:

‘Onde está aquele garoto que gostava de chorar?’

Talvez ele nã gostasse de chorar, mas gostasse de você…

Talvez, quando ele deita em sua cama, um rio de lágrimas escorra sobre seu travesseiro.

Talvez nunca tenha te esquecido, apenas tenta viver sem você.”

O texto não tem nada sequer parecido com os momentos que ando passando atualmente, mas eu realmente gostei dele.

Fora isto, venho postar também este vídeo que eu gostei muito e que foi compartilhado comigo pelo meu amigo Lucas Mezêncio (sim, ele tem 2 blogs) via Google Reader (como não achei o link do Google Reader dele postei o do meu mesmo):

Espero que gostem do que for aparecer por aqui e que possamos compartilhar muitas coisas legais.